Educadores sociais aprendem noções básicas de biblioteconomia no Cirandar

Um acervo organizado e uma biblioteca com o espaço bem aproveitado cativa qualquer leitor. Por isso as instituições integrantes do Redes de Leitura, mais do que receber livros e novos móveis, contam com formação contínua e auxílio oferecidos pelo Centro de Integração de Redes Sociais e Culturas Locais (Cirandar) , instituição formadora da rede de bibliotecas comunitárias de Porto Alegre.

20140227_171300A bibliotecária Camila Schoffen é a responsável por dividir um pouco daquilo que sabe com as educadoras sociais. No mês passado, foi a vez das educadoras Gislaine, da Biblioteca Jardim Ipiranga, e Elisângela, da Biblioteca Aninha Peixoto entrarem em contato com a tabela de classificação utilizada pelas bibliotecas, CDU, e o software de gestão de bibliotecas PHL. “Capacitei elas para utilizarem o programa e esclareci algumas dúvidas em relação ao empréstimo de livros e organização do acervo”, explica Camila.

Elisângela disse que o momento deve ajudar na organização do espaço que há pouco se tornou um ambiente de leitura. “Com certeza o que aprendemos veio facilitar e tornar um pouco mais prático o trabalho de catalogação de acervo”, garante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s